giovedì 24 aprile 2008

#

é demasiado o que acontece quando toma-se a decisao de abandonar o barco, fugir e acabar com tudo, é uma espécie de alarme que começa a apitar para despertar o que ja estava a dormir ha muito tempo...Che ben venga...teria dito alguém, mas nunca se sabe, nao é?
é sempre melhor aproveitar das coisas quando chegam assim do nada...
e depois..mais uma vez, os telefonemas, as chatices, as ilusoes e as desilusoes...
porque nao podemos tornar as coisas mais simples cada um pensando na nossa vida?
talvez porque seria tudo mais aborrecido...
bem, estou com saudades de algo aborrecido, entao!

Nessun commento: